quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Namorados Para Sempre

ATENÇÃO: O texto pode conter citações sobre o desenrolar do filme. Caso não tenha visto o filme ainda, tenha cuidado ou o leia após assisti-lo.

Namorados Para Sempre (Blue Valentine, 2010)

Estreia oficial: 27 de dezembro de 2010
Estreia no Brasil: sem data prevista
IMDb



"Namorados Para Sempre" (infeliz tradução para o português de "Blue Valentine"), escrito e dirigido por Derek Cianfrance, é um olhar devastador - e deprimente - sobre o nascimento e a decadência de um relacionamento amoroso.

E são nos pequenos detalhes que o longa ganha qualidade. Detalhes de caracterização. Detalhes de atuação. Detalhes nos diálogos. Tudo junto que transforma um simples drama num filme contundente e lancinante.

Ryan Gosling e Michelle Williams são Dean e Cindy. Logo no começo de seu casamento, nasce sua filha Frankie (Faith Wladyka). E o filme vai nos mostrando, intercaladamente, como os dois se conheceram e se apaixonaram, e como transformaram o casamento em um mar de palavras não ditas e sentimentos não demonstrados.

A maquiagem é muito bem feita e, juntamente com o trabalho dos atores, convence o espectador de que está realmente vendo aquelas duas pessoas em duas épocas diferentes da vida. A primeira cheia de sonhos e possibilidades. A segunda, repleta de amargura e ressentimento.

E é incrível a atuação do casal principal. Chega a dar raiva da inércia que Dean e Cindy deixaram se apossar de seu casamento. Se Dean a princípio achava que o casamento seria seu porto seguro, Cindy o viu como uma forma de se aventurar para fora da sua própria vida e família desestruturada. Nenhum dos dois alcançou o que buscava. E é triste perceber como a relação dos dois vai se deteriorando.

É como se o diretor não seguisse a ordem cronológica dos fatos para, exatamente, nos mostrar aonde eles erraram. Felizmente (para nós espectadores, e infelizmente para os protagonistas), as respostas não são fáceis nem estão explícitas. Talvez nem haja uma só resposta...

Enfim, "Namorados Para Sempre" não é uma história 'bonitinha', é sobre a exaustão da esperança, da morte interior de cada parte daquele casal.

Fica a dica!


por Melissa Lipinski

------------------------


A dupla principal do filme (Ryan Gosling e Michelle Williams) está muito bem. Parece um romance que anda mal das pernas e ficamos sambando de um lado pra outro pensando em qual dos dois personagens nos apoiamos. No grosseiro e imprevisível Dean. Ou na gélida e insossa Cindy.

Gostei também da montagem. Muito bem executada e totalmente auxiliada pela maquiagem para que consigamos diferenciar o que é "atual" do que é "passado". Na verdade a maquiagem fez um belíssimo trabalho fazendo com que Ryan Gosling tenha uma calvície incrível. Muito bom, mas só percebe-se no filme pois no trailer não tem nenhuma cena dessa.

É isso.


por Oscar R. Júnior


 

Um comentário:

Bruno Valdéz disse...

Os filmes de Ryan Gosling teve uma grande atuação garantida, ele se compromete com os seus personagens e sempre deixa uma grande sensação ao espectador. O mesmo aconteceu com esta produção, filme Dois Caras Legais. Para mim é um dos grandes filmes de Hollywood. Gosto dos filmes de acção e comédia. O ator é um dos meus preferidos.