sexta-feira, 28 de maio de 2010

Sex and the City 2

ATENÇÃO: O texto pode conter citações sobre o desenrolar do filme. Caso não tenha visto o filme ainda, tenha cuidado ou o leia após assisti-lo.

Sex and the City 2 (Sex and the City 2, 2010)

Estreia Oficial: 27 de maio de 2010
Estreia no Brasil: 28 de maio de 2010
IMDb




Esse segundo filme de Carrie Bradshaw & cia. é melhor do que seu antecessor. Não que a história seja um primor ou que o roteiro não tenha falhas, mas, pelo menos aqui, alguma coisa da série original parece ter retornado. Os diálogos são rápidos, com tiradas inteligentes, e as personagens voltaram à sua velha forma - não são mais aquelas caricaturas do primeiro filme.

Não que elas não sejam caricaturais, pois, desde o início da série televisiva, cada uma delas possuía um estereótipo. Porém, nunca foram só isso. Por trás de cada característica que as rotulava, sempre deixavam transparecer um algo mais... e é bom vê-las assim novamente.

O roteiro, como falei, só se sustenta graças aos diálogos rápidos e rasteiros. E, mesmo que a história perca um pouco de ritmo no seu terço final, você é levado por ela. Claro que o 'desfile' das moças com figurinos lindos, mas estravagantes, te chamam para fora do filme pelo non-sense da situação... mas daí você lembra: oras, afinal isso é "Sex and the City" - quatro novaiorquinas lindas e bem-sucedidas desfrutando dos melhores prazers da vida, sem, é claro, deixar de se vestir bem (ou com as marcas mais caras) nem descer do salto... E assim, mesmo que com um pouco de exagero, o filme se faz coerente com a série.

Claro que todas elas estão bem - afinal sentem-se muito à vontade com suas personagens tão familiares, mas é Kim Cattrall (Samantha) quem sempre se destaca, e suas cenas são, sem dúvida, as melhores do longa.

Há até um momento tocante protagonizado por Cynthia Nixon (Miranda) e Kristin Davis (Charlotte), quando desabafam sobre suas experiências como mães de família e a falta que sentem da vida que tinham anteriormente...

Diante deste filme (e espera-se que seja o último já que tem um ar de encerramento) pode-se dizer que, agora sim, o quarteto de amigas novaiorquinas tem um final à altura da série original.



por Melissa Lipinski
-------------------------


Obviamente eu já havia assistido ao primeiro filme, mas nunca cheguei a assistir à série. Mesmo assim, gostei bastante do primeiro filme e também gostei deste segundo.

Com um humor mais refinado e diálogos mais afiados e rápidos.

Gostei da atuação geral do filme, com destaque para Samantha (Kim Cattrall) que rouba a cena todas as vezes em que aparece.


por Oscar R. Júnior


Um comentário:

Karla P disse...

A cada episódio de Sex and the City, Carrie abordava um tema sobre relacionamentos, que sempre envolviam de alguma maneira não apenas a sua vida amorosa, mas as de suas 3 melhores amigas. Atualmente, Sarah Jessica Parker retorna ao pequeno ecrã como produtor e estrela do série Divorce, que tem 10 capítulos e é lançado simultaneamente nos Estados Unidos e na América Latina. Frances interpreta Sarah, uma mulher com uma relação tensa com seu marido e dois filhos, que descobre que terminar o seu casamento e começar do zero não é fácil. Não podemos perder esta série de comédia em uma bela lugar em Nova Iorque, porque é uma grande proposta.